Inspiração – Cândido Portinari e quadros sobre a Infância

A arte pode nos inspirar. Pode despertar sentidos e inspirar reflexões.
Há semanas em que não sei o que escrever. Quero trazer alguma coisa interessante para os leitores dos blogs que participo, mas fico totalmente sem ideias. E hoje a arte foi responsável pela minha inspiração!
Meu pintor favorito é Candido Portinari. Portinari nasceu em Brodowski, pacata cidade do interior de São Paulo. Ele é autor de diversos trabalhos reconhecidos internacionalmente (como os belos painéis Guerra e Paz, instalados na sede da ONU). Para quem mora em São Paulo-SP, recomendo um passeio pelo MASP, onde algumas obras do artista estão expostas permanentemente. Uma dessas obras é o impressionante painel Os Retirantes.

Certamente por ter passado sua infância em uma cidade do interior (e num tempo bem diferente do nosso), Portinari gostava de retratar brincadeiras de criança em algumas de suas obras. Imagino que muitas dessas brincadeiras tenham feito parte da vida de Portinari. Ele deve ter brincado por Brodowski, brincadeiras de rua, brincadeiras que usam a imaginação. Brincadeiras que infelizmente tem se tornado incomuns nos dias de hoje. O medo da violência e a falta de espaços públicos de convivência tem feito com que as crianças passem seu tempo livre dentro de suas casas ou apartamentos.

Que tal se inspirar pelo trabalho de Portinari? Enconrei um texto ótimo sobre os trabalhos de Portinari que retratam a infância. Separei duas obras, minhas favoritas:

portinari_futebol

“Futebol – Cândido Portinari (óleo sobre tela, 1958, 65 x 80 cm)”]

portinari_pulandocarnica

“Pulando Carniça – Cândido Portinari (óleo sobre tela, 1959, 54 x 65 cm)”]

Repararam nas nuvens do quadro Pulando Carniça? É um dia de verão, com nuvens Cumulus humilis, aquelas nuvens fofinhas que parecem algodão e carneirinhos. Essas nuvens estão associadas com tempo bol, com deliciosas manhãs de verão.

E claro, separei também a obra Futebol porque é o esporte favorito dos brasileiros. O futebol de várzea, o futebol de rua, o futebol das crianças brincando descalças. Esse futebol ainda existe nas periferias, mas infelizmente é menos frequente. Há a falta de espaço, o medo da violência, o fluxo intenso de veículos… estamos perdendo um pedaço interessante de nossa cultura.

Espero que essas obras inspirem vocês também :)

Share on Google+Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestPrint this pageEmail this to someone